PUBLICIDADE
Topo

Guarda Civil Metropolitana de SP tem 86 casos suspeitos de coronavírus

Bruno Rocha/Fotoarena/Folhapress
Imagem: Bruno Rocha/Fotoarena/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

01/04/2020 15h06Atualizada em 01/04/2020 19h11

A Guarda Civil Metropolitana de São Paulo confirmou hoje, em ofício obtido com exclusividade pelo UOL, que tem 86 casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus na entidade. Os guardas, segundo a GCM, já estão sendo avaliados por profissionais de saúde.

O documento, datado em 27 de março e assinado pelo inspetor superintendente Marco Antonio da Silva ao Sindicato dos Guardas Civis Metropolitanos de São Paulo, não dá mais detalhes sobre as suspeitas, mas informa que ainda não há nenhum caso confirmado de covid-19 na corporação.

A GCM também diz que têm sido proativa e tomado "todas as providências para proteger seus servidores" do coronavírus, deixando-os aptos para seguir cuidando na segurança urbana da cidade. A entidade também descartou a implantação de um gabinete de crise, a fim de "evitar a aglomeração de pessoas em ambiente fechado".

Ela reforça que todos os canais de comunicação estão abertos para receber reclamações, sugestões ou pedidos de esclarecimento.

Coronavírus