PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Isolamento social em SP sobe para 59%, e governo pede que esforço continue

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

13/04/2020 13h00Atualizada em 14/04/2020 13h42

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou hoje que o percentual de isolamento social subiu para 59% após a campanha feita antes do feriado de Páscoa. O número estava em queda e chegou a ser de 47% na última semana, situação que preocupou o governo paulista.

"O esforço que fizemos e a orientação do governo do estado de São Paulo e as prefeituras que compõem os 645 municípios do estado de São Paulo deu certo. Subimos de 47% para 59% o isolamento social. Uma conquista da população, uma conquista das pessoas de bem, uma conquista da medicina, da ciência", avaliou Doria.

Segundo o governador, o município de Mogi das Cruzes foi o que atingiu maior índice de isolamento, com 64% da população respeitando as medidas. Na sequência, estão Guarulhos (63%), Osasco (62%) São José dos Campos (61%) e São Bernardo do Campo (60%).

Mais tarde, nas redes sociais, Doria celebrou a marca estadual. "A contribuição de cada cidadão é fundamental para que o sistema de saúde não entre em colapso e o número de mortos seja muito maior", reforçou.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que para não haver colapso do sistema de saúde é preciso atingir os 70% de distanciamento social. Foi este o motivo do governo de São Paulo decretar e renovar a quarentena.

A cidade de São Paulo é a que mais registras casos da covid-19 no Brasil. Mas, na avaliação do prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB), o número poderia ser muito maior, não fosse o isolamento social.

"É um trabalho que precisa se somar ao esforço coletivo do isolamento social, para as pessoas ficarem em casa. É assim que vamos enfrentar essa grave pandemia. Queria agradecer à população, que vem entendendo a questão, que infelizmente vê os números se alastrarem. Mas teríamos um número 10 vezes maior se não tivéssemos essas medidas que fizemos", afirmou.


Coronavírus