PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Secretário de Saúde vê possibilidade de lockdown no ES nas próximas semanas

Estado registrava 3.838 casos da covid-19 até ontem, com 155 óbitos causados pela doença - Getty Images/EyeEm
Estado registrava 3.838 casos da covid-19 até ontem, com 155 óbitos causados pela doença Imagem: Getty Images/EyeEm

Do UOL, em São Paulo

08/05/2020 11h08

O secretário de Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes, anunciou hoje que o estado poderá adotar o lockdown como medida de combate à pandemia do novo coronavírus.

A informação foi divulgada em entrevista coletiva transmitida por vídeo. Segundo dados divulgados ontem pelo Ministério da Saúde, o estado já contabilizou 3.838 casos da covid-19, com 155 óbitos causados pela doença.

"O lockdown é uma medida extrema que leva em consideração o esgotamento dos serviços de saúde em suportarem o aumento do número de casos de covid e de outras doenças. A pessoa pode morrer não pelo covid, mas porque ela vai ao um hospital de trauma e os leitos estão bloqueados. Aí o paciente com trauma não consegue acesso a aquele leito", exemplificou.

"O aumento do número de óbitos relacionados à covid-19 é também um indicativo importante que, se crescer de maneira rápida, exponencial e descontrolada, pode levar à decisão do lockdown. A decisão pode ser, de fato, uma decisão para as próximas semanas no estado do Espírito Santos. Trabalhamos com todas as energias para que isso não ocorra, só que o que vai determinar que isso não ocorra é, única e exclusivamente, o graude de coesão e disciplina em todos se distanciarem."

O secretário pediu ainda para que as pessoas permaneçam em casa sempre que possível para abaixar a curva de contágios, evitando um possível colapso do sistema de saúde.

"O que vai garantir que não cheguemos (ao lockdown) é a cidadania. Não são os decretos nem as leis. Será a consciência das pessoas", completou.

Coronavírus