PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

São Paulo tem recorde de mortes em 24 horas; Estado supera 5 mil mortos

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

19/05/2020 12h41

São Paulo registrou 324 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, o que representa o maior número desde o começo da pandemia do novo coronavírus. O recorde de óbitos fez o total de vítimas fatais chegar a 5.147.

O estado é o epicentro da pandemia no Brasil e tem 65.995 casos oficiais. Nas últimas 24 horas, 2.929 pessoas foram diagnosticadas com covid-19 - um acréscimo de 5% em relação ao último levantamento. O grande número de infectados pela covid-19 continua a pressionar as UTIs, principalmente na Grande São Paulo, onde a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 88%.

O coordenador do Centro de Contingência ao Coronavírus, Dimas Covas, afirmou que "o vírus está vencendo". O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afirmou que o feriadão é a última cartada da cidade para aumentar o isolamento social.

De acordo com o coordenador do Centro de Contingência, a pandemia está em uma fase de ascensão. Dimas Covas aproveitou para pedir que as pessoas fiquem em casa no feriadão para conter a disseminação da covid-19.

Presidente do Conselho de secretários municipais, Geraldo Reple Sobrinho ressaltou que existe a preocupação de pessoas viajarem para o litoral e interior e disseminar ainda mais o coronavírus. O governo do estado conversou ontem com prefeitos de todas as regiões para coordenar ações de restrição de circulação.

O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, esteve no encontro e afirmou que o governo vai apoiar todas as atitudes dos municípios para evitar a chegada de turistas. A Baixada Santista é a segunda região que mais preocupa as autoridades de saúde.

Coronavírus