PUBLICIDADE
Topo

"Última cartada", ponto facultativo na sexta tem isolamento de 49% em SP

Muitos passageiros na estação da Luz ignoraram o primeiro dia do megaferiado - Ricardo Matsukawa/UOL
Muitos passageiros na estação da Luz ignoraram o primeiro dia do megaferiado Imagem: Ricardo Matsukawa/UOL

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

23/05/2020 15h49

Considerado a última cartada da prefeitura de São Paulo para aumentar o isolamento social, diminuir o contágio da covid-19 e evitar o lockdown, o megaferiado não atingiu o índice mínimo de 55% na sexta-feira, dia em que houve ponto facultativo na cidade. Ele fechou em 49% conforme dados do Sistema de Monitoramento do governo do estado.

A média estadual foi ainda menor e ficou em 48%. As estatísticas estão abaixo do que é desejado pelas autoridades de saúde. O Centro de Contingência ao Coronavírus informou que, para o sistema público de saúde dar conta do aumento da demanda, é preciso 55% de adesão à quarentena.

Neste sábado, 90% das vaga de UTI dos hospitais da rede municipal estão ocupadas. Ontem, o sistema estadual de saúde tinha 13 hospitais de referência ao tratamento do coronavírus com todos os leitos de UTI ocupados. Eram 4.400 pessoas em vagas de terapia intensiva e, quando somados os pacientes de enfermaria, o número ultrapassava 11 mil pessoas internadas.

Neste sábado, o governo do estado confirmou ter 6.045 mortes em decorrência da doença e 80.558 casos oficiais distribuídos em 505 municípios paulistas.

O agravamento da situação faz o governo estadual trabalhar cada vez mais com a possibilidade decretar lockdown e há até um protocolo pronto. A medida estaria restrita a Região Metropolitana de São Paulo, considerada o epicentro da covid-19 no Brasil. As condições para o aumento de circulação de pessoas estão próximas desde o começo do mês de maio.

Contudo, o governo de São Paulo não quer recorrer ao lockdown pelo sacrifício que impõe à população. A antecipação dos feriados, em ação articulada com as prefeituras, é uma tentativa de criar seis dias sem atividades na capital e aumentar o isolamento social. Mas a resposta não está sendo a desejada.

Já se passaram três dias e em nenhum deles foi atingido os 55% mínimos. O melhor resultado foi 52% na quinta-feira. O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse que na próxima terça-feira haverá uma reunião do comitê de saúde para debater a situação. A decisão sobre o lockdown será divulgada na quarta-feira, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

Confira o índice de isolamento social na capital antes e durante o megaferiado

  • Sábado - 16 de maio: 52%
  • Domingo - 17 de maio: 54%
  • Segunda-feira - 18 de maio: 50%
  • Terça-feira - 19 de maio: 49%
  • Quarta-feira - 20 de maio: 51%
  • Quinta-feira - 21 de maio: 52%
  • Sexta-feira - 22 de maio: 49%

Coronavírus