PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Rússia aprova antiviral que diz ser o 'mais promissor contra a covid-19'

15.maio.2020 - Imagem em 3D do novo coronavírus  - Reprodução/YouTube/Visual Science
15.maio.2020 - Imagem em 3D do novo coronavírus Imagem: Reprodução/YouTube/Visual Science

Do UOL, em São Paulo

31/05/2020 12h20

O ministério da saúde russo aprovou um antiviral para ser usado no combate ao coronavírus. Mais que isso, o órgão afirma que este pode ser o medicamento "mais promissor" na luta contra a covid-19.

De acordo com a Bloomberg, trata-se do Avifavir, desenvolvido pelo Russian Direct Investment Fund e o ChemRar Group, mas que se trata de uma versão de um medicamento usado no Japão, o Avigan.

O anúncio dos russos é visto com cautela. A Organização Mundial da Saúde ainda não reconhece nenhuma droga, oficialmente, como totalmente eficaz ao combate à covid-19 - tampouco vacinas.

O Avifavir atuaria impedindo a reprodução do coronavírus. A Rússia afirma que ele se provou eficaz em testes clínicos.

"O Avifavir não é só o primeiro antiviral registrado no combate do coronavírus na Rússia, mas é, talvez, o mais promissor medicamento contra a covid-19 no mundo", afirmou Kirill Dmitriev, CEO di Russian Direct Investiment Fund.

Outros países testam antivirais semelhantes, como a Índia, que deve completar seus testes em julho. Um estudo chinês indicou que ele ajuda a acelerar a recuperação da doença, mais rapidamente que drogas usadas contra o HIV.

Hoje, a Rússia já registra mais de 400 mil casos da covid-19, com 4.693 mortes.

Coronavírus