PUBLICIDADE
Topo

Secretário diz que Saúde recontará número 'fantasioso' de mortos da covid

O empresário Carlos Wizard - Fabiano Accorsi/Divulgação
O empresário Carlos Wizard Imagem: Fabiano Accorsi/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

05/06/2020 23h52

Carlos Wizard, novo secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, disse hoje que o Ministério da Saúde deve recontar o número de mortes causadas pelo novo coronavírus. Sem apresentar provas, ele disse que os dados atuais são "fantasiosos ou manipulados" e que um balanço atualizado deve ser publicado em um mês.

"Eu acredito que vai ter um dado mais real, porque o número que temos hoje está fantasioso ou manipulado", disse Wizard ao jornal O Globo. No entanto, o empresário não explicou por que acredita que os números já divulgados não seriam confiáveis.

Hoje, o Brasil registrou mais 1.005 mortes causadas pelo coronavírus nas últimas 24 horas. No total, o país já soma 35.026 óbitos oficialmente confirmados; porém, especialistas ainda apontam que estes números podem ser inferiores aos reais, já que há subnotificação.

Mesmo assim, Carlos Wizard acredita que os óbitos seriam, na verdade, menores do que indicam os dados atuais. Ele alega que mortes causadas por outras enfermidades podem ter sido registradas como covid-19 para que os municípios tivessem "orçamento maior".

"Tinha muita gente morrendo por outras causas e os gestores públicos, puramente por interesse de ter um orçamento maior nos seus municípios, nos seus estados, colocavam todo mundo como covid. Estamos revendo esses óbitos", afirmou.

Coronavírus