PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

'Pior já passou, mas pandemia continua', diz Bruno Covas sobre São Paulo

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) - Roberto Casimiro/Fotoarena/Estadão Conteúdo
O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) Imagem: Roberto Casimiro/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

08/07/2020 16h16

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), disse hoje que o pior momento da covid-19 na capital já passou, mas a pandemia ainda não acabou. De acordo com o político tucano, a cidade evoluiu nas últimas semanas, mesmo com a reabertura de parte do comércio, e há uma reversão na curva de mortes pela doença.

"A gente está com RT abaixo de 1, ou seja, cada pessoa que tem o vírus transmite para menos de uma pessoa. É uma referência mundial usada pela Organização Mundial de Saúde para reabrir a economia", disse em entrevista à CNN.

"Depois de quatro semanas da reabertura do comércio, em vez de a cidade retroceder e ter que fechar tudo de novo, a avançou para a fase amarela. Aqui na cidade de São Paulo, pelo que mostra a curva, o pior já passou, mas a pandemia continua."

O prefeito também falou sobre a reabertura do comércio na capital e disse que não tem dúvidas de que pode retroceder caso os índices da cidade piorem.

"Não tenho a menor dúvida (retroceder se precisar). Se os índices piorarem, a gente volta para fase laranja ou para fase vermelha. Nós não vamos permanecer nesse nível de flexibilização se os índices piorarem. Fazemos um acompanhamento diário, não vamos deixar piorar para depois de 10, 15 dias tomar uma atitude", disse.

De acordo com dados apresentados hoje pelo governo paulista, a taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado é de 64,5% e na Grande São Paulo, de 63,5%.

Coronavírus