PUBLICIDADE
Topo

Unicamp cria serviço de orientação sobre sintomas da covid-19 por telefone

Unicamp cria serviço nacional de orientação sobre sintomas da covid-19 - Reprodução/Facebook
Unicamp cria serviço nacional de orientação sobre sintomas da covid-19 Imagem: Reprodução/Facebook

10/07/2020 16h08

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) criou o "Orienta Covid", programa de abrangência nacional, que visa orientar pacientes sobre sintomas relacionados à covid-19, como realizar a prevenção individual e a higienização adequada aos pacientes. Os atendimentos são prestados por meio do serviço de telessaúde, pelo número 0800 042 0506.

A universidade já fazia o atendimento remoto no estado de São Paulo desde o início da pandemia em março, onde realizaram 1.100 orientações até maio, em sua maioria pacientes da capital paulista (90%). Porém, habitantes de outros estados procuravam o serviço e por isso os estudantes de medicina e enfermagem da Unicamp decidiram por expandi-lo.

"Os estudantes locais conhecem melhor o seu território. Assim, quando um paciente de Manaus liga ao Telessaúde da Unicamp, não possuímos todas as informações deste local para poder orientá-lo, sendo preferível que os próprios estudantes de Manaus pudessem atendê-lo para prestar as melhores recomendações", comenta o estudante do curso de Medicina David Cirigussi, membro do grupo de Telessaúde da Unicamp.

O programa já foi implantado em outros estados como Minas Gerais, Pará, Espírito Santo e Tocantins. De acordo com a iniciativa, os alunos voluntários devem ser capacitados por meio de cursos do Ministério da Saúde, da OMS (Organização Mundial da Saúde). Durante o processo de atendimento, deve haver orientação dos professores das universidades para sanar dúvidas.

"Essa iniciativa é praticamente dos alunos. Eles transformaram o Telessaúde em um projeto de abrangência nacional. Com isso, os estudantes se comprometem com atividades mesmo em período de isolamento, aprendem com os professores e dão orientação adequada à população sobre quando procurar atendimento médico ou como se proteger em casa. Isso está sendo muito útil à população", salienta ao Portal da Unicamp Gustavo Pereira Fraga, cirurgião do trauma e professor do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas (FCM).

Coronavírus