PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Covid: Brasil tem média de 1.022 novas mortes por dia; são 101.857 no total

Movimentação no Cemitério de Vila Formosa, na zona leste da cidade de São Paulo, em meio à pandemia do novo coronavírus - Robson Rocha/Agência F8/Estadão Conteúdo
Movimentação no Cemitério de Vila Formosa, na zona leste da cidade de São Paulo, em meio à pandemia do novo coronavírus Imagem: Robson Rocha/Agência F8/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

10/08/2020 18h30Atualizada em 10/08/2020 20h59

A doença provocada pelo novo coronavírus deixou 101.857 mortes no Brasil, segundo o levantamento do consórcio de veículos do qual o UOL faz parte; foram registrados 721 novos óbitos nas últimas 24 horas.

A média móvel de mortes, que contabiliza os óbitos registrados ao longo dos últimos sete dias, aponta 1.022 novos óbitos a cada dia no país — mantendo uma estabilidade (oscilação de +2% em 14 dias).

Dez estados apresentaram desaceleração da média móvel de mortes, enquanto outros 8 viram os números subir. São Paulo, há dias em estabilidade, apresentou aceleração de 19% porque, há duas semanas, o estado não publicou números, o que fez com que, no dia, sua média móvel caísse. O Paraná, por sua vez, não divulgou seus dados hoje e manteve estabilidade (-10%).

Entre as regiões, o Norte (-21%) vive fase de queda no número médio de mortes em comparação com os últimos 14 dias, enquanto Centro-Oeste (+6%), Nordeste (-13%) e Sudeste (+9%) apresentam estabilidade. O Sul (+18%) segue como única região em alta.

Veja a variação nos estados:

  • Aceleração: AM, BA, MG, MS, RS, SC SP e TO
  • Estabilidade: AP, DF, ES, GO, MT, PE, PI e RN
  • Queda: AC, AL, CE, MA, PB, PA, RJ, RO, RR e SE

De acordo com as secretarias de saúde dos estados, 20.730 novos casos da doença foram confirmados entre ontem e hoje. Com isso, o país soma 3.056.312 infectados.

O Brasil ultrapassou 100 mil mortes pelo novo coronavírus no sábado (8).

Dados do governo

O Ministério da Saúde divulgou que o Brasil atingiu 101.752 mortes, com 703 novos óbitos em 24 horas.

Ao todo, são 3.057.470 diagnósticos, com 22.048 casos confirmados entre ontem e hoje.

De acordo com a pasta, 2.163.812 pessoas são consideradas recuperadas da doença, enquanto 791.906 seguem em recuperação.

Pazuello volta a defender tratamento precoce

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, defendeu novamente, na tarde de hoje, o início imediato de tratamento para a covid-19, mesmo sem um medicamento com eficácia cientificamente comprovada contra a doença.

"Nós precisamos compreender como parar o sangramento com diagnóstico precoce, tratamento imediato e suporte respiratório antes a UTI", disse ele durante a inauguração de unidade de apoio diagnóstico da covid-19 da Fiocruz.

Veículos se unem em prol da informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro (sem partido) de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa e assim buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes recentes de autoridades e do próprio presidente colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Coronavírus