PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

SP libera o uso de vestiários em academias com 40% de capacidade

Academias ficaram fechadas no estado até julho - Krzysztof Zatycki/NurPhoto via Getty Images
Academias ficaram fechadas no estado até julho Imagem: Krzysztof Zatycki/NurPhoto via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

28/08/2020 13h26

O governo do estado de São Paulo anunciou hoje que decidiu atender a um pedido dos representantes de academias e vai liberar o uso de vestiários, que estava proibido desde que os estabelecimentos foram autorizados a reabrir, em julho. A medida acompanha uma avaliação da gestão de João Doria (PSDB) de que o estado está deixando o platô da pandemia de coronavírus.

"Tem uma demanda das academias para que os vestiários sejam liberados, consideramos razoável considerando a evolução da epidemia e também o risco muito baixo de transmissão do coronavírus através de superfícies", explicou José Medina, coordenador do Centro de Contingência da covid-19 em São Paulo.

"Dentro daquele limite de 40% de ocupação os vestiários estão liberados para uso", completou Medina, lembrando que a liberação deve seguir o limite de ocupação máxima já determinado para o funcionamento das academias.

As academias puderam voltar a funcionar no estado de São Paulo no início de julho. No entanto, a permissão valia apenas para cidades que estivessem na fase amarela do plano de flexibilização das medidas de combate à covid-19. Na capital paulista, a reabertura se deu em 12 de julho, com uma série de protocolos.

Além de ser vedada a presença de pessoas no grupo de risco da doença, foram permitidas apenas aulas individuais e os frequentadores e funcionários têm que respeitar o distanciamento social. O uso de bebedouros não foi permitido, assim como o de vestiários, que agora será liberado.

Coronavírus