PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Brasil registra 734 novos óbitos por covid em 24 h e soma 152.513 mortes

Cruzes colocadas sobre túmulos no cemitério São Francisco Xavier, no Rio de Janeiro - RICARDO MORAES/REUTERS
Cruzes colocadas sobre túmulos no cemitério São Francisco Xavier, no Rio de Janeiro Imagem: RICARDO MORAES/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

15/10/2020 18h55Atualizada em 15/10/2020 20h11

O país registrou, nas últimas 24 horas, 734 novas mortes por covid-19, somando 152.513 óbitos desde o início da pandemia. As informações são do consórcio de veículos do qual o UOL faz parte.

Foram notificados 29.498 novos casos desde ontem, totalizando 5.170.996 diagnósticos pelo novo coronavírus.

A média móvel de mortes, calculada com base nos números de mortos dos últimos sete dias, é de 497, o que representa queda em relação à variação de 14 dias atrás.

Dezenove estados apresentaram queda na média móvel de mortes e dois apresentaram alta.

Piauí (36%) e Paraíba (19%) foram os estados com alta na variação da média de 14 dias. Cinco estados e o Distrito Federal mantiveram estabilidade.

Todas as regiões apresentaram queda: Centro-Oeste (-27%), Nordeste (-31%), Norte (-46%), Sudeste (-20%) e Sul (-30%).

Veja a oscilação nos estados:

  • Aceleração: PB e PI;
  • Estabilidade: AL, DF, MA, MT RJ e SE;
  • Queda: AC, AP, AM, BA, CE, ES, GO, MG, MS, PA, PE, PR, RN, RO, RR, RS, SC, SP e TO.

Dados da Saúde

O Ministério da Saúde divulgou 749 novos óbitos de covid-19 nas últimas 24 horas. Com isso, o país atinge 151.747 mortes pela doença.

São 27.235 novos casos confirmados em relação a ontem, totalizando 5.140.863 diagnósticos pela doença decorrente do novo coronavírus.

O governo federal considera 4.568.813 casos recuperados e afirma que há 420.303 pacientes em acompanhamento.

Ministro é diagnosticado com covid-19

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, anunciou hoje que testou positivo para o novo coronavírus. Ele afirmou ter participado de um jantar na semana passada em que outros participantes também ficaram doentes.

"Ontem, tive febre de 37.1 graus junto com dor de cabeça. Fiz aquele teste do dedo e deu negativo. Depois fui ao hospital para um exame de sangue que também deu negativo", explicou o ministro no Twitter. "Mas o [resultado do] PCR foi positivo".

Mesmo com os sintomas, Fábio Faria concedeu entrevista coletiva ontem para a imprensa e, sem usar máscara de proteção, comentou sobre o plano de privatização dos Correios.

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes recentes de autoridades e do próprio presidente colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Coronavírus