PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

FAB transporta primeiros pacientes com covid-19 de Manaus a outros estados

Do UOL, em São Paulo

15/01/2021 08h35Atualizada em 15/01/2021 11h11

A FAB (Força Aérea Brasileira) realizou na manhã de hoje o primeiro embarque de pacientes com covid-19 em Manaus que serão levados para outros estados. Nove pacientes e cinco médicos embarcaram no voo com destino a Teresina.

Duas aeronaves C-99 do Primeiro Esquadrão do Segundo Grupo de Transporte (1º/2º GT) - Esquadrão Condor, cumprem as missões de transporte dos pacientes com o objetivo de minimizar os impactos no sistema de saúde da capital amazonense.

De acordo com o Ministério da Saúde, que coordena a ação de ajuda ao Amazonas, já estão garantidos 149 leitos para pacientes amazonenses em outros estados: 40 em São Luís; 30 em Teresina; 15 em João Pessoa; dez em Natal; 20 em Goiânia; quatro em Fortaleza; dez em Recife e 20 no Distrito Federal.

O ministério informou ainda que, mesmo com a imediata disponibilidade de vários governadores em apoiar os amazonenses, foi realizado um estudo para saber quais estados poderiam receber pacientes sem sobrecarregar a assistência local.

O aumento nos casos e internações por covid-19 em Manaus provocou um novo colapso no sistema de saúde do município. Hospitais enfrentam falta de cilindros de oxigênio, usados, principalmente, em pacientes que necessitam de intubação.

Venezuela oferece ajuda

Além de estados e municípios, o governo da Venezuela também ofereceu ajuda ao Amazonas. O país vizinho afirmou que vai disponibilizar oxigênio para atender os hospitais amazonenses.

O Pará informou que está pronto para receber 30 pacientes acometidos pela covid-19 no Amazonas, que necessitam de internação hospitalar. O governo de Alagoas colocou à disposição 35 leitos para atender os amazonenses. O Piauí enviou 45 mil EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e 30 mil testes de detecção do novo coronavírus ao estado do Norte.

Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e o Distrito Federal informaram que também vão receber pacientes do Amazonas que estão em tratamento hospitalar e dependem de oxigênio.

Capital tem 186 sepultamentos em um dia

Ontem, os cemitérios de Manaus registraram 186 sepultamentos. Desse total, 134 foram em cemitérios públicos, enquanto 52 foram realizados em espaços particulares.

Entre as causas das mortes dos sepultamentos nos cemitérios públicos, 58 foram declaradas como covid-19, e um caso suspeito. Já nos espaços privados, foram 29 registros de óbitos pelo novo coronavírus.

Manaus recebe oxigênio

Na madrugada de hoje, a capital amazonense recebeu novo carregamento com seis cilindros de oxigênio líquido. A carga saiu de Guarulhos (SP) na noite de ontem e foi transportada em um avião da FAB.

É a segunda aeronave da FAB que chega em Manaus para aumentar a quantidade de oxigênio na cidade. Segundo a FAB, as duas aeronaves utilizadas até agora são do tipo C-130 Hércules.

A FAB também informou que "está previsto o engajamento de outras aeronaves" para atender Manaus, mas não apresentou mais detalhes.

Polícia apreende 33 cilindros

Em meio à crise de saúde pública, as polícias Civil e Militar apreenderam na tarde de ontem 33 cilindros de oxigênio que estavam escondidos em um caminhão, no bairro Alvorada, na zona centro-oeste de Manaus.

Uma denúncia anônima informou sobre a movimentação estranha no caminhão, que estava parado no local, e cilindros estavam sendo retirados para veículos particulares.

O condutor do veículo, de 38 anos, foi preso por reter produtos para o fim de especulação, segundo informou a SSP-AM (Secretaria de Segurança Pública do Amazonas). O nome dele e o da transportadora não foram divulgados.

Coronavírus