PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
3 meses

Quilombolas serão vacinados a partir de sexta em SP, diz Doria

Leonardo Martins, Rafael Bragança e Allan Brito

Do UOL, em São Paulo, e colaboração para o UOL

20/01/2021 13h00

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou hoje que a vacinação contra a covid-19 de quilombolas no estado começará na sexta-feira (22). Os moradores de quilombos foram excluídos dos grupos prioritários da campanha de vacinação com a CoronaVac no PNI (Programa Nacional de Imunização).

Ontem, depois de ser cobrado sobre a exclusão, Doria incluiu novamente os quilombolas entre os primeiros a serem vacinados no estado. Eles estavam inicialmente nos grupos prioritários do plano estadual de vacinação, mas com a CoronaVac sendo distribuída pelo Ministério da Saúde, o estado paulista adotou o calendário do programa nacional, que não citava os quilombolas na fase inicial.

"Lamentavelmente, a população quilombola foi excluída do PNI. O governo federal excluiu do plano nacional, mas em São Paulo quilombolas serão vacinados a partir desta sexta-feira. Isso já estava no plano estadual", afirmou Doria durante entrevista coletiva sobre a pandemia do novo coronavírus realizada no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

"Não foi um fato novo, em contraponto ao governo federal. Essa vacinação é priorizada pela altíssima vulnerabilidade dessa população indígena e quilombola", acrescentou o governador, lembrando que os indígenas também começam a vacinação na sexta.

Distribuição aos municípios

A coordenadora de Controle de Doenças da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, Regiane de Paula, afirmou que todos os municípios do estado devem receber doses da CoronaVac até esta sexta.

"Do dia 18, quando começou a entrega das vacinas, até hoje, temos um acumulado de mais de 500 mil doses entregues em 13 regionais de São Paulo. Hoje, 125 mil doses de vacinas serão entregues para 76 novos locais. Nossa expectativa é que até sexta os 645 municípios recebam todo quantitativo de vacinação da primeira dose para o estado. Os municípios estão ansiosos e trabalhando freneticamente para vacinar", disse.

Regiane de Paula ainda afirmou que todo o monitoramento da rede de distribuição de vacinas está sendo realizado por meio da plataforma "vacivida", lançada pelo governo estadual no último final de semana.

Segundo o "vacinômetro", 18.834 pessoas foram vacinadas até o início da tarde desta quarta.

Coronavírus