PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

"Covid levou minha mãe": filho faz apelo com faixa no portão de casa em SP

Filho colocou a faixa no portão de casa depois de perder a mãe, que teve complicações por covid-19 - Reprodução/EPTV/TV Globo
Filho colocou a faixa no portão de casa depois de perder a mãe, que teve complicações por covid-19 Imagem: Reprodução/EPTV/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

23/01/2021 16h43

Um morador de Guariba (SP) colocou uma faixa no portão de casa e fez apelo à população depois de perder a mãe, Dalva Costa, de 73 anos, devido a complicações por covid-19. Ela ficou internada por 18 dias em um hospital de Jaboticabal —15 deles, entubada, e morreu nesta semana.

Na faixa, Luciano Roma escreveu: "A covid-19 levou a minha mãe. A vacina e o isolamento podem salvar vidas. Não escolha a morte".

Em entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo no interior de São Paulo, Roma justificou a mensagem dizendo que, após receber a notícia da morte de sua mãe, sentiu a necessidade de fazer alerta à população para que não passassem pela dor que está sentindo.

"Quando eu recebi a notícia da morte dela, isso me trouxe uma dor muito grande. Então, eu precisaria fazer alguma coisa, ainda que pequena, mas significativa, para que pudesse trazer uma mensagem, para que [as pessoas] evitem a aglomeração, usem máscara, acreditem na vacina. Não passem pelo que eu estou passando", disse ele, visivelmente, emocionado.

"A ideia da faixa é justamente essa: que as pessoas se conscientizem. E que não façamos da nossa vida uma briga política. A vacina, sim, vai ser a nossa solução, juntamente com os demais cuidados", acrescentou.

Brasil registra mais de mil mortes em 24 h

Pelo 5º dia consecutivo, o Brasil registrou mais de mil novas mortes causadas pela covid-19 em um intervalo de 24 horas. Em boletim divulgado neste sábado (23), o Ministério da Saúde informou que foram computados 1.202 novos óbitos provocados pela doença de ontem para hoje, elevando o total de mortos desde o começo da pandemia para 216.445.

Pelos números do Ministério, entre os dias 19 e 22 de janeiro foram cadastradas 1.192, 1.340, 1.316 e 1.096 novas mortes em um intervalo de 24 horas.

Houve 62.334 diagnósticos positivos para o novo coronavírus de ontem para hoje. Desde o início da pandemia, o total de infectados em todo o país chegou a 8.816.254. De acordo com o governo federal, 7.628.438 pessoas se recuperaram da doença, com outras 971.371 em acompanhamento.

Coronavírus