PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Estados do Sul montam grupo de trabalho contra covid e alertam Saúde

Governador do RS, Eduardo Leite (esq) em reunião com governadores Carlos Moisés (PSL-SC) e Ratinho Júnior (PSD-PR) - Divulgação/Twitter
Governador do RS, Eduardo Leite (esq) em reunião com governadores Carlos Moisés (PSL-SC) e Ratinho Júnior (PSD-PR) Imagem: Divulgação/Twitter

Do UOL, em São Paulo

23/02/2021 13h52

Os governadores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná se reuniram hoje virtualmente e decidiram montar um grupo de trabalho para o combate da covid-19 na região Sul do Brasil. Um ofício será encaminhado ao Ministério da Saúde com alertas sobre os efeitos da epidemia nos estados.

Participaram do encontro os governadores Eduardo Leite (PSDB-RS), Carlos Moisés (PSL-SC) e Ratinho Júnior (PSD-PR). Em postagem no Twitter, o representante gaúcho disse que os três estados têm identificado pontos em comum em relação ao recrudescimento da pandemia, o que favorece uma integração no combate.

"Temos um perfil socioeconômico e climático semelhante, e observamos um comportamento parecido da pandemia nos três Estados", escreveu Leite, que traçou pontos em comum verificados nos estados: "mudança de perfil nos pacientes e o crescimento acelerado no número de casos e de internações pela doença".

Diante do cenário, Eduardo Leite disse que será enviado um ofício conjunto ao Ministério da Saúde para destacar pontos que precisam de maior atenção.

O governador citou três: "disponibilização de medicamentos necessários nas UTIs, o custeio de leitos de UTI e a distribuição de doses de vacinas aos Estados".

Por fim, o grupo de trabalho com equipes dos três estados irá emitir "um boletim consolidado com as informações mais relevantes em termos de avanço da pandemia no RS, no PR e em SC."

Veja a situação da pandemia na região Sul de acordo com o levantamento do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte.

  • Paraná: estável (-4%)

  • Rio Grande do Sul: aceleração (28%)

  • Santa Catarina: aceleração (31%)

Coronavírus