PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Cidade de SP estima vacinar 87 mil idosos de 80 a 84 anos a partir de 2ª

Edson Aparecido (PSDB) diz que 91.700 doses da vacina CoronaVac serão disponibilizados para a cidade  - Aloisio Mauricio/FotoArena/Estadão Conteúdo
Edson Aparecido (PSDB) diz que 91.700 doses da vacina CoronaVac serão disponibilizados para a cidade Imagem: Aloisio Mauricio/FotoArena/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

24/02/2021 10h35

A vacinação contra covid-19 de idosos de 80 a 84 anos na cidade de São Paulo, com início previsto para a próxima segunda-feira (1º), tem um público-alvo estimado de 87 mil pessoas, disse o secretário municipal de Saúde da capital paulista, Edson Aparecido, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

De acordo com o secretário, 91.700 doses da vacina CoronaVac serão entregues na sexta-feira (26) para a administração municipal, o suficiente para aplicar a 1ª dose em todas as pessoas da faixa etária. Não há possibilidade de antecipação da data.

"A gente deve concluir a distribuição para nossas unidades ainda no sábado, para de forma segura estar disponível a partir do dia 1º para vacinar essa população. Sempre o esforço é de ganhar um dia, mas chegando na sexta-feira, realmente precisamos de um tempo para efetuar a distribuição", disse.

De acordo com o secretário, a prefeitura tem cerca de 87 mil idosos cadastrados nesta faixa etária, o que indica a vacinação completa de idosos de 80 a 84 anos com as 91.700 doses que serão recebidas.

Porém, vale lembrar que mais pessoas do que o estimado se imunizaram durante outras fases da vacinação na capital.

A imunização na cidade de São Paulo ocorre em UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e em cinco postos de drive-thru.

Doses da AstraZeneca/Oxford

São Paulo espera receber na próxima semana as doses da vacina AstraZeneca/Oxford, que chegaram ontem ao Brasil. A quantidade disponível é incerta, o que faz Edson Aparecido mostrar cautela em relação a uma possível ampliação dos grupos. No primeiro lote recebido do imunizante, a capital paulista teve 168 mil doses disponibilizadas.

"Pela programação, seria de ampliar as faixas etárias (com as doses da Oxford), mas não está confirmado. A secretaria estadual apenas nos passou a perspectiva de na semana que vem receber essa vacina, mas não nos deu a quantidade. Então, não tem como fazer qualquer tipo de planejamento", disse.

Coronavírus