PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Covid-19: Em cartilha, Fiocruz pede que população fique em casa na Páscoa

Imagem real de tridimensional do coronavírus  Nanographics GmbH - Nanographics GmbH
Imagem real de tridimensional do coronavírus Nanographics GmbH Imagem: Nanographics GmbH

Colaboração para o Uol

01/04/2021 09h48

Apesar de a maior recomendação ser o isolamento social, a Fundação deu dicas para diminuir riscos durante o feriado

Com a Páscoa a poucos dias de distância, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) liberou uma cartilha para orientar a população sobre os riscos de contágio de coronavírus em possíveis reuniões familiares. A maior recomendação é ficar em casa: "Nenhuma medida é capaz de impedir totalmente a transmissão da covid-19".

Na cartilha, a Fundação dá dicas de acordo com algumas situações e lembra que em todas há riscos envolvidos. Para encontros em locais abertos, a recomendação é sempre colocar a máscara de volta após beber e comer, lavar as mãos com frequência, manter uma distância de dois metros de outras pessoas e evitar toques, como abraços e apertos de mão.

Caso aconteça uma reunião em casa com pessoas que não moram lá, a orientação é que os convidados não se sentem juntas para realizar refeições, optem por locais abertos e evitem música alta para que ninguém grite ao conversar, o que aumentaria o número de partículas virais no ambiente se houvesse um infectado.

Quem for cozinhar para pessoas fora do círculo de convívio, deve fazê-lo de máscara e com as mãos devidamente lavadas. Em nenhuma hipótese se deve compartilhar utensílios, como copos e talheres.

Com o pior mês da covid-19 no Brasil desde o início da pandemia, a Fiocruz reforça a necessidade de isolamento social. "Não convide pessoas para sua casa, não faça visitas, nem frequente eventos", assinala a cartilha com a melhor forma de proteger os cidadãos e suas famílias.

Saúde