PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
15 dias

Otto Alencar diz que Saúde 'errou completamente' no combate à covid

Senador Otto Alencar  presidirá a poderosa Comissão de Assuntos Econômicos (CAE)  - Marcos Oliveira/Ag. Senado
Senador Otto Alencar presidirá a poderosa Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) Imagem: Marcos Oliveira/Ag. Senado

Colaboração para o UOL

14/04/2021 11h43

O senador Otto Alencar (PSD-BA) afirmou hoje que o Ministério da Saúde teve "erros gravíssimos" durante a condução do combate à pandemia da covid-19 no Brasil. Para ele, a pasta "errou completamente" em todos os pontos relacionados à covid-19.

"O primeiro erro do presidente foi demitir o Mandetta que estava com os protocolos corretos para fazer distanciamento, uso de álcool gel, as barreiras sanitárias.", afirmou o senador em entrevista à GloboNews na manhã de hoje.

Alencar, que é médico e vai compor CPI que investiga possíveis omissões do Governo Federal no combate à pandemia, afirmou ainda que o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, errou ao acatar orientações que, segundo ele, foram dados pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

"A ciência, a medicina, o conhecimento científico, não se dobra a nenhuma orientação que não seja compatível com ela." afirmou o Senador. "Um ministro de Saúde não pode aceitar uma orientação de alguém que não conhece absolutamente nada da medicina, como orientou de forma errada o presidente da República, receitando ao Brasil inteiro hidroxicloroquina.", ele acrescentou.

O senador argumentou que o vírus da covid-19 é uma "roleta russa", e que a ciência ainda não conhece a doença e, portanto, é impossível prever quem serão os pacientes que vão desenvolver o vírus de forma grave.

"A ciência não conhece ela ainda. Quem vai conhecer? O presidente da Republica? O general Pazuello? Me marcou muito aquela frase que ele disse um manda e o outro obedece. A medicina não aceita isso, a ciência não aceita isso.", finalizou.

Saúde