PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
15 dias

Ceará mantém Decreto de Isolamento, mas libera atividade física individual

Camilo Santana em reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid - Reprodução/ Twitter
Camilo Santana em reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid Imagem: Reprodução/ Twitter

Colaboração para o UOL

17/04/2021 14h53

O Governo do Ceará decidiu prorrogar por mais uma semana o atual Decreto de Isolamento Social. De acordo com o governador Camilo Santana (PT), é importante completar 14 dias de restrições rígidas para ter uma avaliação melhor das medidas. Só haverá uma mudança, relacionada a atividades físicas individuais.

"Vamos avaliar, com mais segurança, o atual processo de flexibilização, tanto das atividades econômicas e serviços já liberados, quanto daqueles ainda suspensos. Portanto, as atuais medidas seguem valendo", escreveu Camilo Santana no Twitter.

Portanto comércios, restaurantes, pousadas e serviços de rua e de shoppings só poderão funcionar de segunda a sexta-feira, com horário diferenciado, e recebendo 25% da capacidade.

O isolamento social rigído será mantido aos fins de semana até o próximo dia 25 de abril. Assim como o Toque de Recolher, de 20h às 5h, de segunda a sexta, e de 19h às 5h, no fim de semana.

Ainda de acordo com Camilo Santana, "haverá um ajuste no atual decreto para que seja permitida a atividade física individual em locais públicos e abertos, como calçadões, a partir da próxima segunda-feira (19)".

O governo disse que houve uma queda nos índices da pandemia no Ceará, mas considerou que todos continuam com taxas elevadas.

"Não podemos relaxar nos cuidados. É preciso continuar evitando aglomerações e sempre usar máscara. Continuamos fazendo todo o esforço para levar a vacina para todos os cearenses, e da forma mais rápida possível. Somente dessa forma conseguiremos superar de vez essa pandemia, que tem causado tanta dor e sofrimento. Tenho certeza que estamos perto de superar esse desafio", pediu o governador do Ceará.

O estado do Ceará já registrou 616.022 casos de covid-19, com 16.163 mortes. Nas últimas 24 horas, foram confirmadas 8 novas mortes causadas pela doença, de acordo com dados do governo

Coronavírus