PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
5 meses

EUA prometem doar 60 milhões de vacinas da AstraZeneca nos próximos meses

Estados Unidos se comprometem a doar 60 milhões de vacinas contra covid-19 para todo o mundo nos próximos meses - REUTERS/Tom Brenner
Estados Unidos se comprometem a doar 60 milhões de vacinas contra covid-19 para todo o mundo nos próximos meses Imagem: REUTERS/Tom Brenner

Do UOL, em São Paulo

26/04/2021 14h35Atualizada em 26/04/2021 15h23

Os Estados Unidos compartilharão 60 milhões de doses da vacina da AstraZeneca com países de todo o mundo. A doação será feita assim que o imunizante passar pelas revisões de segurança da FDA (Administração de Alimentos e Medicamentos, em tradução), informou a agência AP News.

A expectativa é de que as vacinas comecem a ser entregues nos próximos meses. Os Estados Unidos ainda não definiram quais países receberão os imunizantes contra a covid-19, mas México e Canadá querem que o governo Biden compartilhe mais doses —no mês passado, os países receberam uma doação que totaliza 4 milhões de vacinas.

Os Estados Unidos contrataram 300 milhões de doses da AstraZeneca, farmacêutica que enfrenta problemas de produção devido à alta demanda. Segundo a AP News, cerca de 10 milhões de doses foram produzidas até o momento, mas ainda precisam do aval da FDA. O processo de liberação deve ser concluído nas próximas semanas.

Outras 50 milhões de doses adicionais estão em diferentes estágios de produção, mas podem estar disponíveis para exportação em maio e junho.

"Dado o forte portfólio de vacinas que os EUA já possuem e que foram autorizadas pelo FDA, e dado que a vacina AstraZeneca não está autorizada para uso nos EUA, não precisamos usar a vacina AstraZeneca aqui durante os próximos meses ", disse Jeff Zients, coordenador do comitê da covid-19 da Casa Branca, à AP News.

"Portanto, os Estados Unidos estão procurando opções para compartilhar as doses do AstraZeneca com outros países à medida que estiverem disponíveis."

A previsão inicial dos Estados Unidos era de que a vacina da AstraZeneca fosse a primeira a receber autorização da FDA e, por isso, o governo americano contratou o suficiente para 150 milhões de pessoas, segundo a AP News.

Os Estados Unidos são um dos países que mais vacinam em todo o mundo, com 228,6 milhões de doses aplicadas, segundo o World In Data, o que equivale a cerca de 30% da população imunizada.

O ritmo de vacinação cresceu nos EUA desde a eleição do presidente Joe Biden. No início de janeiro, cerca de 300 mil pessoas eram vacinadas por dia. Em abril, a média ficou em mais de 3 milhões por dia.

Coronavírus