PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Brasil atinge 34,2 milhões de vacinados contra covid, 16,16% da população

06.abr.2021 - Primeira dose da vacina contra a covid-19 é suspensa por falta de estoque em Salvador. Segunda dose será aplicada normalmente - Bruno Concha/Prefeitura de Salvador
06.abr.2021 - Primeira dose da vacina contra a covid-19 é suspensa por falta de estoque em Salvador. Segunda dose será aplicada normalmente Imagem: Bruno Concha/Prefeitura de Salvador

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/05/2021 20h07

O Brasil ultrapassou hoje a marca de 34 milhões de pessoas vacinadas com ao menos uma dose dos imunizantes contra a covid-19. Esse número, no entanto, representa 16,16% da população brasileira.

Ao todo 34.220.432 brasileiros receberam uma dose de imunizante contra a doença. Os dados foram levantados pelo consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base nas informações fornecidas pelas secretarias estaduais de saúde.

Nas últimas 24 horas, 816.099 pessoas receberam a primeira dose de vacina. No mesmo período, a segunda dose foi aplicada em outras 295.607.

Até o momento, 17.335.070 receberam as duas doses de vacina, seguindo a recomendação dos laboratórios responsáveis pela produção da CoronaVac, Oxford/AstraZeneca e Pfizer. O número corresponde a apenas 8,19% da população nacional.

Proporcionalmente, o Rio Grande do Sul se mantém como o estado que mais vacinou sua população com a primeira dose: 20,98% de seus habitantes.

O estado de São Paulo continua na liderança entre aqueles que, em termos percentuais, mais aplicaram a segunda dose: 10,11% da população local.

Governo libera R$ 6,6 bilhões para a compra de doses da vacina da Pfizer

O governo federal liberou hoje a quantia de R$ 6,6 bilhões para a compra de doses da vacina contra o novo coronavírus produzida pela farmacêutica americana Pfizer. A liberação, com dispensa de licitação, foi publicada hoje no DOU (Diário Oficial da União).

O Ministério da Saúde já comprou 100 milhões de vacinas da Pfizer. No fim de abril, um primeiro lote, com 1 milhão de doses do imunizante, chegou ao Brasil para distribuição aos estados. Ontem, uma nova leva, esta de 628,2 mil, chegou em Campinas (SP).

As doses da Pfizer estão sendo, por ora, encaminhadas para as capitais estaduais por conta da necessidade de armazenamento do imunizante, que exige refrigeração em temperaturas baixíssimas.

No Centro de Refrigeração, as doses ficam armazenadas entre -90ºC e -60ºC. Ao serem distribuídas aos estados, as vacinas ficam a -20ºC. Nos locais de vacinação, em temperaturas entre 2ºC e 8ºC, a orientação é para que as doses sejam aplicadas em até cinco dias.

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a pandemia colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Você utiliza a Alexa? O UOL fornece informações à inteligência artificial por voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados do número de brasileiros vacinados contra a covid-19. Para saber sobre a vacinação no país ou no seu estado com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, quantas pessoas já foram vacinadas no Brasil?", por exemplo, ou "Alexa, quantas pessoas foram vacinadas?". Nos encontramos lá!

Coronavírus