PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Auxiliar que usou seringa vazia em vacinação é condenada por improbidade

Do UOL, em São Paulo

11/09/2021 14h04

A Justiça de São Paulo condenou uma técnica de enfermagem por improbidade administrativa após fingir ter aplicado a vacina contra a covid-19 no braço de um idoso em Votuporanga (SP). A ação foi flagrada em vídeo pela própria família do paciente.

O caso ocorreu em março deste ano, quando correu nas redes sociais o vídeo da auxiliar utilizando uma seringa vazia para aplicar o imunizante no idoso. Diante da denúncia dos familiares, a profissional foi demitida no mesmo dia pela Santa Casa de Votuporanga, onde trabalhava, e o idoso vacinado no dia seguinte.

O juiz Reinaldo Moura de Souza, da 1ª Vara Cível de Votuporanga, afirmou que mesmo sem ter provocado danos ao patrimônio, a conduta da técnica de enfermagem configura improbidade por desrespeitar os princípios da administração pública e ultrapassar "inabilidade, despreparo ou incompetência".

"Não há dúvida de que o fato causa revolta, deve ser punido e coibido com rigor, especialmente porque frustrou a expectativa do idoso e colocou em risco a saúde dele. Além disso, fora praticado num momento grave da pandemia, por um agente público que deve cumprir a lei, as normas, e sobretudo zelar pela saúde alheia, atividade precípua do seu ofício", escreveu ele.

À Justiça, a auxiliar alegou que estava nervosa durante a aplicação por ter sido ameaçada por um casal. Isso a teria levado a despejar o líquido acidentalmente para fora da seringa.

No entanto, a sentença afirma que ela não apresentou provas que comprovassem tais ameaças e ressalta que o vídeo da vacinação foi feito com o consentimento da mesma.

Ela foi condenada a pagar uma multa equivalente ao dobro do salário que recebia como técnica de enfermagem e terá suspensos os direitos políticos por três anos, além da proibição de contratar ou receber incentivos do Poder Público pelo mesmo período de tempo.

A decisão foi publicada nesta quinta-feira (9) e ainda cabe recurso.

Saúde