PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
15 dias

Ministério cogita acabar com intervalo entre vacinas da covid e da gripe

Com a mudança, o cidadão poderia tomar duas vacinas no mesmo dia - Yelena Afonina\TASS via Getty Images
Com a mudança, o cidadão poderia tomar duas vacinas no mesmo dia Imagem: Yelena Afonina\TASS via Getty Images

Colaboração para o UOL

27/09/2021 21h01

Atualmente existe a recomendação para que as pessoas esperem 14 dias entre a aplicação da vacina da covid-19 e a aplicação da vacina contra a gripe. Mas o Ministério da Saúde indicou que esse intervalo pode acabar.

Atualmente o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, está com covid-19 e cumpre quarentena nos Estados Unidos. Então quem falou sobre o assunto foi Rodrigo Cruz, que é secretário executivo da pasta e assumiu como Ministro-substituto por enquanto. Ele afirmou que foi feito um estudo para cogitar essa mudança.

"É uma recomendação de eliminação daquele intervalo de prazos de vacinação da covid e vacina da gripe. Foi uma sugestão, uma recomendação que a Cetai (Câmara Técnica Assessora de Imunização) deu ao Ministério. Isso está sendo analisado pelo Ministério e é muito provavel que essa semana a gente tenha uma nota técnica tratando do assunto de eliminação desse prazo mínimo entre aplicação de vacina covid e aplicação de vacina contra a gripe", explicou Cruz.

O fim do intervalo entre as doses dessas vacinas é uma forma de aumentar a adesão à imunização contra a gripe. Afinal, com essa alteração, o cidadão poderia aproveitar para tomar as duas vacinas na mesma ida ao posto de saúde.

Saúde