PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Covid: SP fará mutirão para imunizar 90% da população até o Natal

Vacinação contra Covid-19 na UBS Jardim Flor da Montanha, em Guarulhos (SP), nesta quarta-feira (24) - JOãO NOGUEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Vacinação contra Covid-19 na UBS Jardim Flor da Montanha, em Guarulhos (SP), nesta quarta-feira (24) Imagem: JOãO NOGUEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Henrique Sales Barros e Lucas Borges Teixeira

Do UOL, em São Paulo

24/11/2021 13h35

O governo de São Paulo quer intensificar a vacinação no estado para chegar aos feriados de fim de ano com pelo menos 90% da população completamente imunizada. Até agora, o estado soma 74,4% da população geral com duas doses ou dose única da vacina contra covid-19 —no total, são cerca de 34,4 milhões de habitantes.

O plano do governo paulista é promover mutirões em dezembro para que a percentagem avance mais rapidamente.

"Do dia 1ª ao dia 10 [de dezembro], vamos fazer um movimento de intensificação para que as pessoas tenham as UBSs [unidades básicas de saúde] abertas e possam retornar para fazer a vacinação [da segunda dose]", anunciou Regiane de Paula, coordenadora do PEI (Plano Estadual de Imunização).

Se tivermos a oportunidade de fazer a imunização [até o dia 10], após 14 dias as pessoas estarão completamente imunizadas. Então, eu posso ir para o Natal com a minha família, algo que não aconteceu no ano passado."
Regiane de Paula, coordenadora do PEI

Atualmente, o estado está completando o ciclo vacinal de adolescentes de 17 a 12 anos e aplicando a dose de reforço nos adultos.

Há, no entanto, uma preocupação com os atrasados para a segunda dose —o número tem se mantido em cerca de 4,5 milhões de faltosos. Segundo o governo, os mutirões também servirão para atrair esse público.

"Teremos um final de ano muito mais tranquilo, sabendo que as pessoas ao redor de nós estão protegidas porque tomaram a vacina contra a covid-19", completou Regiane.

Além dos mutirões de vacinação, o governo de São Paulo anunciou hoje a liberação do uso obrigatório de máscaras em locais abertos sem aglomeração a partir do dia 11 dezembro em todo o estado. A proteção seguirá obrigatória em locais fechados e transporte público.

Coronavírus