PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Bahia exigirá vacinação completa contra covid no transporte intermunicipal

Rui Costa diz que tomou medida diante do aumento no número de casos ativos de covid-19 no estado - Reprodução/Facebook
Rui Costa diz que tomou medida diante do aumento no número de casos ativos de covid-19 no estado Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

25/11/2021 07h48

O governo da Bahia publicou hoje um decreto no qual determina que, a partir do dia 10 de dezembro, será exigido o esquema vacinal completo contra a covid-19 para as pessoas que utilizarem o transporte intermunicipal no estado.

A medida vale para serviços de transporte coletivo rodoviário intermunicipal de passageiros, público e privado, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

Para embarcar, as pessoas terão que apresentar um documento de vacinação fornecido no momento da imunização ou do certificado obtido através do aplicativo Conect Sus do Ministério da Saúde. Será exigida o seguinte esquema vacinal do público em geral.

  • duas doses da vacina ou dose única, para o público geral
  • uma dose da vacina para crianças e adolescentes alcançados pela Campanha de Imunização contra a covid-19, respeitado o prazo de agendamento para segunda dose
  • a terceira dose ou dose de reforço da vacina para o público alcançado por esta etapa da campanha de imunização contra a covid-19.

O decreto ainda determina que a Agerba (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia) edite as normas complementares e faça a fiscalização.

Aumento de casos ativos

Em mensagem no Twitter, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), disse que a medida foi tomada diante de um aumento no número de casos de covid-19 verificado no estado.

"O número de casos ativos de Covid-19 cresceu na Bahia. Há 15 dias, eram 2,5 mil e, agora, são 3 mil", escreveu.

"A medida visa barrar o crescimento da contaminação. Aproveito para pedir que as prefeituras adotem a exigência da imunização completa para os servidores municipais. Para os servidores estaduais, a comprovação já está prevista em decreto" completou.

Rui Costa ainda reforçou a importância da aplicação da dose de reforço. "Há quase 3 milhões de pessoas com o esquema vacinal em atraso no nosso estado. A batalha contra a covid-19 ainda não acabou, portanto, precisamos nos unir e fazer aquilo que já foi comprovado cientificamente que funciona: tomar a vacina", escreveu.

Coronavírus