PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
4 meses

Crianças do Distrito Federal começam a ser vacinadas contra covid-19

28.nov.2021 - Pius Utomi Ekpei/AFP
Imagem: 28.nov.2021 - Pius Utomi Ekpei/AFP

Do UOL, em São Paulo

16/01/2022 10h06

Começou hoje a imunização de crianças com idade entre 5 e 11 anos contra a covid-19 em Brasília e nas demais localidades do Distrito Federal. Os pontos de vacinação ficarão abertos em diversos pontos da capital das 8h às 17h. Ontem, ao menos 10 capitais iniciaram suas campanhas de vacinação para o público infantil.

A ordem de prioridade definida pelo governo distrital prevê, nesta primeira etapa, crianças com comorbidades, com deficiência permanente ou sob tutela do Estado. Também foram incluídas crianças sem comorbidades, mas com pelo menos 11 anos completos.

Entre as comorbidades especificadas para buscar a imunização estão diabetes, pneumopatias graves, hipertensão arterial resistente, insuficiência cardíaca, síndromes coronarianas, miocardiopatias, doenças de aortas e grandes vasos, cardiopatias congênitas, doenças neurológicas e renais crônicas, obesidade mórbida, síndrome de Down e cirrose hepática.

A vacinação acontece em 11 pontos de diferentes regiões administrativas do Distrito Federal. Em cada um deles, haverá três aplicadores, que vão se dividir entre crianças com comorbidades, com deficiência permanente e sem comorbidades, mas com 11 anos completos.

A partir de amanhã (17), será realizada uma campanha itinerante de vacinação contra a covid-19 entre crianças, com grupos percorrendo diversas áreas da capital federal.

Foram enviadas 6,3 mil doses ao Distrito Federal, que possui, ao todo, 268 mil crianças na faixa etária de 5 a 11 anos. Crianças que tenham tomado outras vacinas devem esperar pelo menos 15 dias antes de buscar a imunização contra a covid-19.

Orientações

Segundo orientações estabelecidas pelo Ministério da Saúde para o único imunizante autorizado ao público infantil, o da Pfizer, são necessárias duas doses, com intervalo de oito semanas. A dosagem pediátrica é diferente daquela para adultos.

Para receber a vacina, a criança precisa estar acompanhada dos pais ou responsáveis ou levar uma autorização por escrito.

Coronavírus