EUA celebram libertação de Fallujah pelas forças iraquianas

Washington, 27 Jun 2016 (AFP) - O Pentágono comemorou nesta segunda-feira a vitória das tropas iraquianas que recuperaram Fallujah das mãos do grupo Estado Islâmico, mas alertou que ainda levará tempo para garantir a segurança completa da cidade a oeste de Bagdá.

A reconquista de Fallujah permitirá "melhorar a segurança em Bagdá", porque se trata do apoio mais próximo da capital iraquiana com o qual contava a organização extremista, afirmou o capitão Jeff Davis, porta-voz do Pentágono.

O oficial disse que as forças iraquianas ainda enfrentam "desafios significativos" na zona e que espera-se a resistência dos extremistas em alguns pontos.

Davis também indicou que limpar Fallujah de todas as minas e explosivos deixados pelo Estado Islâmico vai ser "um desafio" para as forças iraquianas.

As forças iraquianas anunciaram no domingo a recuperação total de Fallujah, após a conquista do bairro Al Jolan, onde os jihadistas estavam entrincheirados.

Fallujah, localizada cerca de 50 km a oeste de Bagdá, foi a primeira cidade importante no Iraque a cair nas mãos de EI em janeiro de 2014.

O grupo extremista perdeu no último ano quase dois terços das vastas áreas que tinha sob seu controle no Iraque.

A recuperação de Fallujah pelas tropas iraquianas foi apoiada pelos bombardeios da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, que realizou mais de uma centena de ataques aéreos contra os extremistas.

"Não houve nenhuma vitória estratégica do Estado Islâmico em um ano e eles não param de perder territórios", ressaltou o porta-voz.

wat-lby/faa/hov/ll/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos