Ex-atacante turco que estender expurgos ao esporte

Istambul, 23 Jul 2016 (AFP) - Ümit Karan, ex-atacante da seleção turca, juntou-se neste sábado ao coro de atletas do país que apoiam abertamente o presidente Recep Tayyip Erdogan, e lançou um apelo para estender ao esporte os expurgos iniciados depois do golpe de estado abortado na semana passada.

"Fazer uma limpa no exército e entre os funcionários públicos não é suficiente", afirmou o ídolo do Galatasaray em entrevista à agência estatal Anadolu.

Ümit Karan diz lutar desde 2003 contra a "estrutura terrorista" formada pelos partidários do clérigo exilado Fethullah Gülen, que Ancara acusa de ter fomentado o golpe.

"É preciso intervir de forma emergencial contra as pessoas que andam fora da linha no mundo do esporte", pediu o ex-atleta de 39 anos.

Para ele, os gulenistas "lucraram muito graças ao futebol". "Essas pessoas precisam ser punidas o mais rápido possível", insistiu.

Erdogan também recebeu apoio do jogador mais emblemático do futebol turco na atualidade, o meia Arda Turan, do Barcelona.

"Vocês são heróis, verdadeiros heróis", gritou Turan durante uma manifestação popular um em Kisili, bairro de Istambul considerado o bastião de Erdogan.

Por outro lado, o ex-atacante Hakan Sükür, maior artilheiro da história da seleção turca, é conhecido por ser próximo ao movimento gulenista. Exilado nos Estados Unidos, ele corre risco de ser condenado a quatro anos de prisão por "insulto" contra o presidente.

ng-gkg/cr/lg/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos