Vitória de Trump é ameaça de recessão global, adverte Citigroup

Washington, 26 Ago 2016 (AFP) - Se o candidato republicano Donald Trump ganhar a eleição presidencial dos Estados Unidos em novembro, a economia global poderá entrar em recessão, de acordo com um prognóstico divulgado nesta quinta-feira por especialistas do Citigroup.

Em nota, uma equipe de pesquisa liderada pelo economista-chefe do banco americano, Willem Buiter, disse que a eleição presidencial é a principal fonte de incerteza da economia mundial.

"Nossa hipótese é que uma vitória de (Hillary) Clinton representa a continuidade nas políticas" econômicas, diz a nota, acrescentando que a administração da democrata poderia resultar em uma maior expansão orçamentária.

Por outro lado, uma vitória de Trump poderia prognosticar tempos escuros para a economia, diz o texto.

Presumindo um aumento da incerteza global e um aperto das condições financeiras dos Estados Unidos, "uma vitória de Trump poderia reduzir o crescimento do PIB global em cerca de 0,7-0,8 ponto percentual, empurrando o PIB para baixo do nosso ponto de referência para uma recessão global".

A nota define a recessão como uma expansão do PIB de 2% ou menos a nível mundial.

Segundo uma nova pesquisa publicada na quinta-feira pela Universidade de Quinnipiac, Trump tem 41% das intenções de voto, contra 51% de Hillary.

A AFP não conseguiu contatar a equipe de campanha de Trump imediatamente para comentar o relatório do Citigroup.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos