Ataque com carro-bomba deixa feridos na embaixada chinesa no Quirguistão

Bishkek, Quirguistão, 30 Ago 2016 (AFP) - Várias pessoas ficaram feridas nesta terça-feira em um ataque com carro-bomba na entrada da embaixada chinesa em Bishkek, a capital do Quirguistão, uma ex-república soviética da Ásia Central.

"Apenas o terrorista morreu. Vários guardas ficaram feridos", disse o vice-primeiro-ministro Jenish Razakov.

Uma fonte da polícia afirmou à AFP que o carro avançou contra uma das grades da embaixada e explodiu dentro do complexo, perto da residência do embaixador.

De acordo com a imprensa, o motorista do carro morreu e três pessoas ficaram levemente feridas, dois funcionários quirguizes da embaixada e uma mulher.

Os funcionários da embaixada da China e os trabalhadores da representação dos Estados Unidos, muito próxima, foram retirados da área.

O Quirguistão é um país pobre de maioria muçulmana marcado pela instabilidade política e a luta contra os islamitas radicais.

O governo está preocupado com o avanço do Estado Islâmico (EI), ao mesmo tempo que afirma ter evitado atentados do grupo extremista.

No ano passado, as forças de segurança anunciaram vários confrontos com "terroristas" em Bishkek. De acordo com as autoridades, quase 500 cidadãos do país lutam com o EI na Síria e Iraque.

tol-del/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos