Secretário da Aliança Atlântica considera compatíveis defesa europeia e Otan

Bratislava, 27 Set 2016 (AFP) - A União Europeia (UE) pode reforçar sua própria defesa sem prejudicar a Aliança Atlântica, afirmou nesta terça-feira o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, apesar das fortes dúvidas do Reino Unido.

"Não há contradição entre uma defesa europeia forte e uma Otan forte. Na realidade, as duas se reforçam mutuamente", declarou Stoltenberg, que participa em uma reunião de ministros da Defesa da União Europeia em Bratislava.

Os 28 ministros da Defesa da UE examinam nesta terça-feira na capital da Eslováquia as várias possibilidades de melhorar a cooperação europeia em termos de defesa, uma das prioridades estabelecidas durante a reunião de cúpula dos 27 (sem o Reino Unido) no dia 16 de setembro em Bratislava.

O ministro britânico da Defesa, Michael Fallon, reiterou a oposição do Reino Unido a "qualquer ideia de Forças Armadas europeias".

"A Otan deve continuar sendo a pedra angular de nossa defesa e da defesa da Europa", disse Fallon. Para ele, uma defesa europeia implica "abalar" a autoridade da Aliança Atlântica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos