Lituânia: União dos Camponeses e Verdes tem vitória inesperada nas urnas

Vilnius, 23 Out 2016 (AFP) - Com uma única cadeira no Parlamento em fim de mandato, a União dos Camponeses e Verdes (LGPU, de centro) obteve uma surpreendente vitória no segundo turno das eleições legislativas da Lituânia, à frente dos conservadores e dos socialdemocratas (no poder) - anunciou a Comissão Eleitoral.

A LGPU poderá contar com até 56 cadeiras em um Parlamento de 141 deputados, superando os conservadores da União da Pátria-Cristãos-Democratas (com 30), disse à AFP Elena Masvenaite, que integra a Comissão Eleitoral, após a apuração de quase 100% dos votos.

Em terceiro, com apenas 17 deputados, vêm os socialdemocratas do premiê Algirdas Butkevicius, o que confirma o decepcionante resultado para esse partido no primeiro turno.

Os conservadores da União da Pátria e os democrata-cristãos venceram o primeiro turno em 9 de outubro, com 21,7% dos votos (22 vagas) seguidos de perto pela LPGU, com 21,5% e 21 cadeiras.

No poder desde 2012, os socialdemocratas ficaram na terceira posição na rodada anterior, com 14,42% dos votos e dez deputados - um duro golpe para o premiê.

Hoje, foram distribuídas as 68 cadeiras restantes do total de 141 do Sejmas (Parlamento).

Em um país membro da Eurozona, mas atingido pela crise e pelo êxodo em massa de sua população em busca de trabalho, houve em ambos os turnos um voto de protesto contra a coalizão governista, segundo analistas.

Desde que a Lituânia se somou à UE em 2004, cerca de 370.000 pessoas emigraram. Metade escolheu o Reino Unido, onde a fúria contra os migrantes do Leste favoreceu o voto pelo Brexit.

mvi-mas-sw/ger/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos