Mediador da ONU denuncia formação de governo huthi no Iêmen

Nações Unidas, Estados Unidos, 29 Nov 2016 (AFP) - A decisão unilateral dos rebeldes huthis no Iêmen de formar um governo "é um novo e preocupante obstáculo no processo de paz", afirmou nesta terça-feira (29) o enviado da ONU Ismail Uld Sheikh Ahmed.

Essa iniciativa "não serve aos interesses dos iemenitas nesses tempos difíceis", afirmou Ahmed em uma nota divulgada em Nova York.

Ele pediu às partes no conflito que respeitem o roteiro acordado e que se restabeleça o cessar-fogo.

"Os dirigentes (iemenitas) devem se comprometer a restaurar a paz e a segurança no país, sem mais demora", acrescentou.

Os rebeldes no Iêmen anunciaram ontem que haviam formado unilateralmente um governo "de salvação nacional" em um momento, no qual o mediador da ONU tentava relançar suas iniciativas de paz nesse país, há 20 meses mergulhado na guerra.

Hoje, o presidente iemenita, Abd Rabbo Mansur Hadi, acusou os huthis de terem "destruído qualquer possibilidade de diálogo e de paz".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos