Grupo armado mata cinco funcionárias de aeroporto no sul do Afeganistão

  • Jawed Tanveer/AFP

    Carro onde estavam as funcionária, que já haviam recebido ameaças de morte de grupos que não aceitavam que elas tivessem um emprego

    Carro onde estavam as funcionária, que já haviam recebido ameaças de morte de grupos que não aceitavam que elas tivessem um emprego

Homens armados mataram neste sábado cinco mulheres que eram funcionárias do aeroporto de Kandahar (sul do Afeganistão) e que já haviam recebido ameaças de morte pelo simples fato de trabalhar.

Três homens que estavam em motos abriram fogo contra a van que transportava as mulheres ao local de trabalho. As cinco funcionárias e o motorista do veículo morreram no ataque, informou o porta-voz do governo provincial, Samim Kheplwak.

O diretor do aeroporto internacional de Kandahar, Ahmadullah Faizi, disse que as mulheres trabalhavam no check-in das passageiras e de suas bagagens no controle de segurança.

Faizi informou que as funcionárias já haviam recebido ameaças de morte de grupos que não aceitavam que elas tivessem um emprego.

O ataque não foi reivindicado, mas as poucas mulheres afegãs que trabalham são alvos constantes de ameaças dos talibãs e de outros grupos radicais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos