Caminhonete explode diante de grupo de lobby cristão na Austrália

Sydney, 22 dez 2016 (AFP) - Uma caminhonete que transportava botijões de gás explodiu nesta quarta-feira diante da sede de uma organização cristã em Canberra, um incidente que não teve, segundo a polícia, motivação política ou religiosa.

O diretor do Lobby Cristão Australiano (ACL), Lyle Shelton, publicou no Twitter uma fotografia do veículo completamente calcinado e se declarou "comovido porque isto pode acontecer na Austrália".

Shelton afirmou que a organização havia recebido ameaças de morte por ter se pronunciado contra o casamento gay, dando a entender que a explosão poderia ter alguma relação.

Mas o comandante da polícia da capital australiana, Mark Walters, afirmou desconhecer o motivo da explosão, que feriu o motorista da caminhonete.

"Parece que o motorista ateou fogo aos botijões de gás no veículo", disse.

"A polícia conversou rapidamente com o homem antes do atendimento (médico). A polícia conseguiu estabelecer que sua atuação não tinha nenhuma motivação política, religiosa ou ideológica".

O motorista, um australiano de 35 anos, ficou gravemente queimado e foi hospitalizado.

O ministro da Justiça, Michael Keenan, afirmou que as autoridades não consideram o acidente um ataque "terrorista".

"No momento, a polícia não considera este incidente como um incidente terrorista e não há nenhum risco para a segurança da comunidade", afirmou ao canal Australian Broadcasting Corporation.

O imóvel estava vazio no momento da explosão e sofreu danos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos