Resolução de ONU sobre colônias é "tendenciosa e vergonhosa", diz Netanyahu

Jerusalém, 24 dez 2016 (AFP) - A resolução adotada nesta sexta-feira na ONU contra a colonização israelense é "tendenciosa e vergonhosa" declarou neste sábado o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.

"A decisão que foi tomada é tendenciosa e vergonhosa, mas superaremos. Isso precisará de tempo, mas essa decisão será anulada" declarou Netanyahu em uma cerimônia retransmitida na televisão israelense.

Essa resolução é "um golpe anti-israelense vergonhoso" do qual há que colocar a culpa "no governo Obama", explicou, em referência ao presidente americano.

O compromisso americano, desde a época do presidente Jimmy Carter, era que "não se pronunciassem os termos da paz em Israel no Conselho de Segurança da ONU", lembrou.

Netanyahu disse que deu instruções ao ministério das Relações Exteriores para que revise em um mês "todos os compromissos de Israel com a ONU, incluindo o financiamento por parte de Israel de organismos das Nações Unidas e a presença em Israel de representantes da ONU".

O mandatário ressaltou que deu ordens para reduzir em 30 milhões de shekels (cerca de 7,5 milhões de euros) o financiamento de cinco organismos da ONU "particularmente hostis" a Israel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos