Sarkozy será julgado por financiamento da campanha de 2012

Em Paris

  • Ian Langsdon/Pool Photo via AP

    Sarkozy será julgado por suposto financiamento ilegal na campanha eleitoral de 2012

    Sarkozy será julgado por suposto financiamento ilegal na campanha eleitoral de 2012

O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy e outras 13 pessoas serão julgadas pelo suposto financiamento ilegal da campanha para as eleições presidenciais de 2012, anunciaram nesta terça-feira (7) fontes judiciais.

A justiça acusa Sarkozy de ter superado de forma deliberada o teto de gastos, de 22,5 milhões de euros, autorizado pela lei.

Sarkozy se afastou da política em novembro, após seu fracasso nas primárias da direita para designar o candidato à eleição presidencial deste ano.

Ele será o segundo chefe de Estado julgado na França desde 1958, depois do ex-presidente conservador Jacques Chirac (1995-2007), condenado em 2011 a dois anos de prisão condicional por um caso de empregos fictícios quando era prefeito de Paris.

Desde 2014, a justiça investiga um vasto sistema de faturas falsas que teriam sido usadas para exceder o teto legal do financiamento das campanhas eleitorais.

Além de Sarkozy, também serão julgadas outras 13 pessoas, entre elas dirigentes de seu partido, por falsificação, abuso de confiança, fraude ou cumplicidade no financiamento ilegal de campanhas eleitorais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos