Ex-ditador Manuel Antonio Noriega será operado de tumor em março

Panamá, 21 Fev 2017 (AFP) - O ex-ditador panamenho Manuel Antonio Noriega, que aguarda em prisão domiciliar uma intervenção cirúrgica, vai finalmente operar um tumor cerebral benigno no dia 7 de março, contou à AFP seu advogado Ezra Ángel, nesta terça-feira (21).

A nova data limite foi estipulada pelos médicos que o acompanham após realizarem nele alguns exames, como indicou Ángel após ter informado a mudança ao juiz do caso durante uma audiência.

Noriega, de 83 anos, deveria ter sido operado no dia 15 de fevereiro, porém o pedido médico foi atrasado para que antes fossem obtidas mais comprovações.

O ex-ditador sofre de um meningioma que "cresceu de forma significativa", e que poderia provocar-lhe "convulsões e até mesmo uma parada cardiorrespiratória" caso não seja retirado, declarou à AFP seu médico pessoal, Eduardo Reyes, no final do mês de janeiro.

Noriega, que cumpre pena por causa do desaparecimento de opositores durante o seu regime (1983-1989), foi temporariamente liberado no dia 28 de janeiro para se submeter ao processo pré-operatório.

Desde então está em prisão domiciliar no apartamento de uma de suas três filhas, Sandra Noriega, na capital do Panamá.

Noriega estava preso no complexo penitenciário El Renacer, às margens do Canal do Panamá, onde cumpria três condenações de 20 anos cada uma.

Após ter sido derrubado durante uma sangrenta invasão militar americana em 1989, esteve preso por narcotráfico e lavagem de dinheiro nos Estados Unidos e França, esse último país tendo o extraditado ao Panamá em 2011.

Após ser operado e passar por um período de recuperação, Noriega deverá voltar ao presídio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos