Governo acusa Bolívia de violar soberania brasileira em uma detenção

La Paz, 25 Fev 2017 (AFP) - O governo federal apresentou uma reclamação formal à Bolívia por violar sua soberania na detenção de um cidadão brasileiro, um suposto integrante de uma quadrilha de sequestradores, informação negada pelas autoridades bolivianas.

"Em uma reunião com o embaixador do Brasil na Chancelaria (boliviana) foi apresentado um documento indicando que, a partir de inquéritos, houve a denúncia de violação da soberania e detenção de um cidadão brasileiro em território brasileiro", explicou o vice-ministro boliviano de Segurança Cidadã, Carlos Aparicio, citado neste sábado pela imprensa local.

As autoridades bolivianas afirmam que Sebastião Nogueira do Nascimento foi detido em 11 de fevereiro em Cobija, cidade situada na fronteira norte com o Brasil, acusado de ser o líder de uma quadrilha de sequestradores formada por cidadãos bolivianos e brasileiros, e de ter participado no rapto do filho de um senador da Bolívia.

O vice-ministro reiterou que o brasileiro foi "detido em território boliviano" e que o governo enviará a Brasília os relatórios policiais e o mandado de prisão através da Chancelaria.

Aparicio indicou, ainda, que os familiares de Nogueira divulgaram a versão de que o criminoso tinha sido capturado em território brasileiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos