Suspeitos de extremismo detidos na Espanha estavam em Bruxelas em ataques de 2016

Madri, 27 Abr 2017 (AFP) - Dois supostos extremistas detidos na terça-feira na Espanha admitiram ter estado no aeroporto de Bruxelas no mesmo dia dos atentados em março de 2016, embora tenham negado sua participação nos ataques, informou nesta quinta-feira um porta-voz judicial.

Mohamed Lamsalak e Youssef Ben Hammou, detidos juntamente com outras sete pessoas em uma operação anti-extremista em Barcelona, foram mandados para a prisão "por pertencimento a organização terrorista", informou o porta-voz da Audiência Nacional.

str-du/mck/bc/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos