EUA sancionam líder de grupo separatista da Caxemira

Washington, 26 Jun 2017 (AFP) - O Departamento de Estado americano impôs sanções nesta segunda-feira a Syed Salahuddin, o principal líder do grupo armado separatista Hizbul Mujaidin da Caxemira.

A medida significa que os Estados Unidos agora consideram Salahuddin, também conhecido como Mohammad Yusuf Shah, um "terrorista global especialmente qualificado", informou o Departamento de Estado em um comunicado.

Salahuddin prometeu em setembro bloquear qualquer resolução pacífica do conflito da Caxemira, disseram as autoridades, ameaçou preparar mais bombardeios suicidas e converteu o território em disputa entre Índia e Paquistão "em um cemitério das forças indianas".

O Hizbul Mujaidin é um dos vários grupos armados locais que durante décadas lutou contra meio milhão de soldados indianos enviados à região, pedindo a independência ou a fusão com o Paquistão. A inclusão de seu líder na lista terrorista dos Estados Unidos é uma vitória para a Índia e coincide com a visita a Washington do primeiro-ministro indiano, Narendra Modi.

A Caxemira foi dividida entre Índia e Paquistão desde a sua independência da Grã-Bretanha em 1947, mas ambos os países reivindicam o território em sua totalidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos