Denúncia por corrupção contra Temer chega na Câmara dos Deputados

Brasília, 29 Jun 2017 (AFP) - A Câmara dos Deputados recebeu nesta quinta-feira a acusação de corrupção contra o presidente Michel Temer, dando início ao processo que decidirá se o caso avança ao Supremo Tribunal Federal ou se é arquivado.

Temer tornou-se na segunda-feira o primeiro presidente em exercício da história do Brasil denunciado por um crime comum, em uma nova etapa da crise política que há pouco mais de um ano levou o Senado a destituir a presidente Dilma Rousseff por manipular contas públicas nas chamadas "pedaladas fiscais".

O procurador-geral da República Rodrigo Janot denunciou Temer por crime de corrupção passiva por ter recebido, por intermédio do ex-deputado e assessor Rodrigo da Rocha Loures, propina no valor de R$ 500 mil de Joesley Batista, um dos donos da gigante da proteína animal JBS.

Agora, a Câmara dos Deputados, onde o governo tem maioria, decide se autoriza o STF a analisar a denúncia apresentada.

Para que a denúncia chegue a ser julgada, dois terços dos deputados (342 dos 513) devem validá-la.

Previamente, o processo será analisado por uma comissão, cujo parecer não é vinculativo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos