PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Chefe do Governo espanhol quer que UE melhore sua cooperação antiterrorista

25/08/2017 10h07

Madri, 25 Ago 2017 (AFP) - O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, pediu que seja o próximo em uma minicúpula em Paris a melhora dos atuais mecanismos de luta antiterrorista vigentes na União Europeia, anunciou nesta sexta-feira.

Após os atentados da semana passada na Catalunha, que deixaram 15 mortos e mais de uma centena de feridos, Rajoy participará na segunda-feira nesta reunião com o presidente francês, Emmanuel Macron, a chanceler alemã, Angela Merkel, e seu homólogo italiano Paolo Gentiloni.

"Minha intenção é poder analisar os atuais mecanismos de cooperação (antiterrorista) no âmbito da UE e abordar opções para sua promoção e melhora", disse Rajoy nesta sexta após o conselho de ministros.

Rajoy lembrou que esta semana já houve um encontro em Paris entre o ministro espanhol do Interior, Juan Ignacio Zoido, e seu par francês, Gérard Collomb, para "aperfeiçoar mecanismos de colaboração na luta contra o terrorismo".

"Pedi ao presidente francês Emmanuel Macron que abordemos esta questão na cúpula que vamos celebrar na próxima segunda-feira em Paris", acrescentou o presidente espanhol.

Rajoy lembrou que seu país participou em diversas iniciativas no âmbito europeu, como as diretrizes contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo ou a diretriz sobre o controle de armas. Agora, seu governo promove também "uma carta europeia de direitos das vítimas", cujo conteúdo não foi detalhado.

O dirigente insistiu que se trata de "uma ameaça global que nos exige uma resposta global", e destacou que "lamentavelmente Barcelona não foi uma exceção, mas um elemento a mais na longa sequência de atentados em distintos lugares da Europa".

Na quinta-feira, 17 de agosto, 13 pessoas morreram nas Ramblas de Barcelona atropeladas por uma van branca, que perpetrou um atropelamento em massa nessa via turística. Ataques parecidos aconteceram em Nice (França), Londres e Berlim.

Internacional