Tillerson: EUA busca apoio para renegociar acordo com Irã

Nações Unidas, Estados Unidos, 20 Set 2017 (AFP) - Os Estados Unidos buscam apoio entre seus aliados para convencer o Irã de reabrir negociações envolvendo o polêmico acordo sobre política nuclear, disse nesta terça-feira o secretário americano de Estado, Rex Tillerson.

"Acho que precisamos do apoio de nossos aliados, europeus e outros", para defender ante o Irã que "este acordo realmente tem que ser revisitado", disse à rede de televisão FoxNews.

Tillerson formulou essas declarações na véspera de um encontro com o chanceler do Irã, Mohamed Zarif, e dos outros cinco países que assinaram o histórico acordo: Reino Unido, China, França, Alemanha e Rússia.

Nesta mesma terça-feira, o presidente Donald Trump atacou sem piedade esse acordo durante seu primeiro discurso na Assembleia Geral da ONU, e chegou ao ponto de qualificar o entendimento como uma "vergonha" para Washington.

Por esse acordo, o Irã suspendeu parte de seu programa de enriquecimento de urânio, desmantelou alguns reatores e abriu instalações a inspeção da ONU.

Em contrapartida, Estados Unidos e União Europeia levantaram sanções que tinham adotado contra Teerã.

O presidente da França, Emmanuel Macron, avaliou que denunciar esse acordo de 2015 seria um "erro grave".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos