Líder indígena Dennis Banks morre nos EUA

Washington, 31 Out 2017 (AFP) - Dennis Banks, o ativista que ajudou a fundar o movimento indígena nos Estados Unidos na década de 1960 e liderou protestos para denunciar como seu povo era tratado, morreu no domingo, aos 80 anos, em uma clínica de Minnesota, informou sua família no Facebook.

O líder indígena foi vítima de uma pneumonia, uma semana após ser operado do coração, segundo a imprensa local.

Em 1973, Banks, membro da tribo Chippewa, liderou uma ocupação armada em Wounded, na Reserva de Pine Ridge, no estado de Dakota do Sul.

Dois nativos morreram baleados durante a manifestação e centenas foram detidos. A ocupação foi um protesto contra o governo e a liderança tribal corrupta.

Banks declarou em 1998 que o objetivo da ocupação era chamar a atenção para o tratamento do governo com o povo indígena.

Durante a vida, Banks foi detido por roubo, perturbação da ordem e agressão, e passou nove anos como fugitivo, até se entregar às autoridades para cumprir pena de 14 meses.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos