Papa Francisco visitará países bálticos em 2018

Vilnius, 22 Nov 2017 (AFP) - O papa Francisco fará sua primeira visita aos países bálticos - Lituânia, Letônia e Estônia - em 2018, quando celebram seus 100 anos de independência, anunciaram seus presidentes nesta quarta-feira (22).

"A princípio tomamos a decisão, será anunciada oficialmente em dezembro", disse à imprensa em Vilna a presidente lituana, Dalia Grybauskaite.

"É uma ocasião magnífica, já que os países bálticos celebrarão seu centenário", acrescentou, detalhando que espera que a visita do papa argentino aconteça no outono.

O anúncio foi confirmado pelos porta-vozes de seus homólogos letão, Raimonds Vejonis, e estoniano, Kersti Kaljuçaid, citados pela agência báltica BNS.

Mas o Vaticano suavizou dizendo que a viagem está "em fase de análise".

A Lituânia, um país católico, celebrará em fevereiro o centenário de sua independência, conquistada após mais de um século sob domínio russo.

A Letônia, cuja população é majoritariamente luterana, e a Estônia, muito laica, proclamaram suas independências meses depois em 1918.

Os três países mantiveram sua independência até a Segunda Guerra Mundial, quando a União Soviética as anexou. Ficaram sob o controle soviético até 1990-1991, e se uniram à União Europeia e à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em 2004.

O papa João Paulo II, nascido na Polônia, visitou os três países em 1993.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos