Iraque inicia ofensiva no deserto para expulsar últimos combatentes do EI

Bagdá, 23 Nov 2017 (AFP) - O Iraque anunciou nesta quinta-feira o início de uma operação militar no deserto da região oeste do país para expulsar os últimos combatentes do grupo extremista Estado Islâmico (EI) de seu território.

"O exército, a polícia federal e (as forças paramilitares de) Hash al-Shaabi iniciaram esta manhã uma vasta operação para limpar a região de Al Yazira, que passa pelas províncias de Saladino, Nínive e Al-Anbar", afirma em um comunicado o general Abdelamir Yarallah, do Comando Conjunto de Operações (JOC).

De acordo com especialistas, isto representa 4% do território do país, ou seja, 7.000 quilômetros quadrados.

Em um comunicado separado, a Hashd al-Shaabi anunciou "a primeira etapa de uma longa operação para libertar uma região desértica entre as províncias de Saladino, Nínive e Al-Anbar, até a fronteira com a Síria".

"A ofensiva, com o apoio das forças aéreas iraquianas e realizada em conjunto com o exército e a polícia federal, foi iniciada a partir de três eixos", afirma o comunicado.

O primeiro-ministro iraquiano, Haider Al Abadi, afirmou na terça-feira que não pretendia anunciar a derrota do EI antes de limpar os redutos jihadistas que persistem nas zonas desérticas do país.

"Após o fim da operação, anunciaremos a derrota total do Daesh no Iraque", disse, em referência ao EI por seu acrônimo em árabe.

ak-ac/sk/tp/acc/ra/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos