Ministro canadense renuncia por acusações de conduta sexual inapropriada

Ottawa, 26 Jan 2018 (AFP) - Alvo de acusações de comportamento inapropriado com mulheres, o ministro dos Esportes do Canadá, Kent Hehr, apresentou sua renúncia, anunciou nesta quinta-feira o primeiro-ministro, Justin Trudeau.

"Hoje aceitei a renúncia do honorável Kent Hehr ao gabinete, à espera dos resultados da investigação", indicou o primeiro-ministro em um comunicado.

Durante o fórum econômico mundial de Davos, Suíça, Trudeau foi perguntado pela imprensa sobre as acusações de várias mulheres, que temiam estar no mesmo elevador que Hehr quando este trabalhava no parlamento de Alberta (2008-2015), devido aos seus comentários de caráter sexual.

"Como governo levamos qualquer denúncia de conduta inapropriada extremamente a sério", disse Trudeau prometendo conversar com Hehr sobre o assunto e fazer um informe antes de partir de Davos na noite de quinta-feira.

"Qualquer forma de assédio é inaceitável e os canadenses têm o direito de viver e trabalhar em um ambiente livre de assédio".

"Uma das primeiras coisas que fizemos quando formamos o governo foi implementar processos rigorosos para tratar as acusações", lembrou Trudeau.

À espera dos resultados da investigação, Hehr manterá seu cargo de deputado do partido liberal, mas suas funções ministeriais serão assumidas pela ministra de Ciências, Kirsty Duncan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos