Trump homenageia desertor norte-coreano em discurso no Congresso

Washington, 31 Jan 2018 (AFP) - Em meio às tensões nucleares entre Washington e Pyongyang, o presidente americano Donald Trump homenageou na terça-feira um desertor norte-coreano durante seu discurso no Congresso sobre o Estado da União.

Ji Seong-ho, que escapou da Coreia do Norte em 2006, ocupou um lugar de destaque na tribuna, perto de onde estava a primeira-dama Melania Trump, enquanto o presidente contou sua história aos congressistas.

Trump relatou o sofrimento de Seong-ho, que teve uma mão e um pé amputados depois que foi atropelado por um trem na Coreia do Norte em 1996.

Desnutrido e amputado, ele foi torturado pelo regime por uma rápida visita a China, antes de escapar caminhando com muletas ao longo da China e do sudeste asiático em sua fuga para a liberdade.

"Hoje vive em Seul, onde resgata outros desertores, e transmite para dentro da Coreia do Norte o que o regime mais teme: a verdade", disse Trump.

"Agora ele tem uma nova perna, mas Seong-ho, eu entendo que você conserva as muletas como uma recordação de quão longe você veio. Seu sacrifício é uma inspiração para todos nós", completou.

Quando os legisladores se levantaram, Seong-ho fez o mesmo, exibindo triunfalmente suas muletas, o que provocou os aplausos de todos que acompanhavam o discurso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos